sexta-feira, 20 de março de 2015

Conhecendo o Senhor Jesus Cristo através dos 4 Evangelhos.

O número 4 está relacionado com os acontecimentos terrenos, ou seja: é o número da terra.

Os quatro véus ou cortinas à porta do tabernáculo nos falam de Cristo nos 4 Evangelhos:

A Porta do Pátio–Filho Divino–Azul (Ex 26:31-33)

A Porta da Tenda–Soberano Divino–Púrpura (Ex 26:36,37)

O Véu do Tabernáculo–Salvador Divino–Carmesim (Ex 27:16,17)

As cortinas do Tabernáculo–Servo Divino–Branca (Ex 26:1-3)

A cortina roxa: Fp 2:9-11 “Por isso, também Deus o exaltou soberanamente. E lhe deu um nome que é sobre todo o nome; e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai”. Refere-se à cor da realeza. Mateus enfatiza o caráter de Jesus como Rei, sua descendência procede do rei Davi.

A cortina escarlate ou carmesim: Fp 2:7-8 “... esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens. E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz”. Esta cor está relacionada com o sangue para o sacrifício, o Senhor na cruz. Marcos o denomina como o servo.

A cortina branca: Fp 2.6b “não teve por usurpação ser igual a Deus”. É o linho puro; Lucas o define como o homem perfeito, o caráter justo de Jesus, o apresenta como o Filho do homem.

A cortina azul: Fp 2:6a “Que, sendo em forma de Deus...” Representa o celestial, a origem do Senhor é o céu. João proclama Cristo como o Filho de Deus.

1. Mateus: Cristo – Rei – Púrpura

2. Marcos: Cristo – Servo Sacrificatório – Carmesim

3. Lucas:   Cristo – Homem Perfeito – Branca


4. João:     Cristo – Filho de Deus – Azul